Contate-nos! (11) 3445-6666 (11) 2867-2391 Whatsapp: (11) 98765-4995

Bem Vindo à Nossa Loja

  | Carrinho (0)  

Teste De Amonia Água Doce 50 Testes Alcon

Categoria:   Testes > Alcon





  • Detalhes: Parcelamento em 4x sem juros pelo Mercado Pago!

    Condições de Envio: Frete por conta do comprador.


  • Cálculo de Frete

    Quantidade
    CEP


Teste De Amonia Água Doce 50 Testes Alcon


Teste que quantifica a amônia

Ocorrência da amônia no aquário:
Sobras de alimentos, produtos da excreção dos peixes, restos de plantas e peixes mortos são desdobrados em amônia por bactérias heterotróficas, num processo chamado amonificação. Grande parte da amônia também se origina diretamente dos peixes, principalmente excretada pelas brânquias. Na seqüência deste processo a amônia, por ação de dois grupos de bactérias autotróficas nitrificantes, é oxidada primeiramente a nitrito e depois a nitrato.

Este último composto é finalmente consumido como nutriente pelas algas e plantas aquáticas. Em ambientes naturais intactos há um completo equilíbrio entre os organismos e os compostos gerados, fazendo com que este ciclo funcione perfeitamente. Sendo os aquários ambientes limitados, não se tem, de forma natural e espontânea, o equilíbrio desejado.

É preciso interferir e é aí que entram o monitoramento das variáveis relacionadas à qualidade da água, como a amônia, a montagem do aquário com um adequado sistema de filtragem biológica e as rotinas de manutenção, como as sifonagens de fundo e trocas parciais de água.

Influência da amônia sobre os peixes:
Níveis elevados de amônia provocam estresse nos peixes, com conseqüente diminuição da resistência imunológica, danos nas brânquias e destruição das nadadeiras. A amônia interfere na transferência de oxigênio das brânquias para o sangue e, a médio prazo, causa danos às próprias brânquias. As membranas produtoras de muco podem ser destruídas, reduzindo a limosidade de cobertura externa e danificando a superfície intestinal. Peixes sofrendo de envenenamento por amônia geralmente apresentam-se ofegantes, nadando na superfície e com comportamento apático.

Amônia tóxica:
Quimicamente falando, a amônia no ambiente aquático pode apresentar-se em duas formas, ionizada (NH4+) e não ionizada (NH3). O balanço entre as duas formas é determinado principalmente pelo pH, e em menor grau pela temperatura. Com o aumento do pH, este balanço muda no sentido da forma NH3, aumentando exponencialmente sua proporção. Somente a forma NH3 é importante em termos de toxicidade. O risco de intoxicação, portanto, aumenta muito em aquários de pH caracteristicamente mais elevados, como os aquários de Ciclídeos Africanos.

Forma de uso

1. Preencha a proveta até a marca com a água do aquário a ser analisada;
2. Pingue 8 gotas da solução reagente 1, tampe a proveta e agite;
3. Pingue 4 gotas da solução reagente 2, tampe a proveta e agite;
4. Após 3 minutos, compare a cor desenvolvida no teste com a escala de cores apresentada, buscando aquela que mais se aproxima.

- Realize a leitura de preferência sob luz natural. Para melhor comparação, encoste a proveta aberta no círculo branco e faça a observação por cima.
- Definido o valor de amônia total, siga para a tabela de leitura do teor de NH3 (amônia tóxica).

Medicamento parasiticida

INDICAÇÕES:

Ictiofitiríase

Nome comum: Íctio ou Doença dos Pontos Brancos

Agente Etiológico: Ichthyophthirius multifiliis

Sintomas: Presença de pontos brancos espalhados pelo corpo e pelas brânquias dos peixes. Estados elevados de infestação podem apresentar hemorragias na pele, nadadeiras e brânquias. Ocasionalmente o peixe infestado reage esfregando o corpo nos objetos do aquário. Devido ao comprometimento das brânquias, também poderá apresentar dificuldade de respiração, nadando na superfície em busca do ar atmosférico.

Oodiniose

Nome comum: Doença do Veludo

Agente Etiológico: Oodinium pilullaris

Sintomas: O corpo do peixe apresenta-se com aspecto aveludado, daí o nome comum da doença. Semelhante ao Íctio, este parasita se aloja na pele, nadadeiras e brânquias, provocando prurido e dificuldade de respiração, porém com maior intensidade. É comum se constatar sintomas de asfixia nos peixes infectados.

Costiose

Nome comum: Costia

Agente Etiológico: Costia necatrix

Sintomas: Os peixes apresentam manchas esbranquiçadas na pele e ramificações vermelhas nas nadadeiras. Os exemplares afetados costumam se esfregar nos objetos e no fundo do aquário devido ao prurido gerado.

Doenças causadas por monogenéticos

Agentes Etiológicos: Principalmente os ectoparasitas das famílias Gyrodactylidae e Dactylogyridae sendo os gêneros Gyrodactylus, Dactylogyrus e Cleidodiscus seus principais representantes

Sintomas: Respiração rápida e ofegante na superfície da água. Intensa produção de muco nas brânquias e superfície do corpo. Em casos extremos é possível observar os parasitas aderidos às brânquias e às nadadeiras. Os danos causados às brânquias podem levar à asfixia e morte.

Forma de uso

Aplique o produto no aquário à noite ou nos períodos de menor incidência de luz. Durante as primeiras oito horas após a aplicação, mantenha as luzes desligadas e suspenda a filtragem, sem desligar o oxigenador. Em geral os sistemas de filtragem funcionam associados à oxigenação. Se não for possível desconectar o oxigenador do sistema, então não desligue a filtragem.

Dosagem:

Aplique o produto diretamente na água, na proporção de 1 gota para cada 2 L de água.Exclusivamente para casos de Oodiniose use 1 gota por litro. Repita as aplicações a cada 48 horas até o desaparecimento dos sintomas.

Precauções de Uso:

Não é recomendado a utilização do produto em peixes que apresentam hipersensibilidade ao principio ativo do medicamento, como: peixe faca, tetra-neon e alguns peixes sem escamas.

Verifique a dureza em carbonatos (KH) (Labcon Test Dureza Em Carbonatos Kh) ou alcalinidade da água antes de aplicar o produto. Não é recomendável o uso do produto em águas com KH inferior a 50 ppm (3 °dH).

Não é recomendado a utilização de Labcon Protect Plus durante o tratamento com Labcon Icitio. Para remoção do cloro, nas trocas parciais, utilize Labcon Anticlor.

Labcon Ictio normalmente muda a coloração da água, em aproximadamente 48 h após o termino do tratamento a água retorna a sua coloração normal. Porém pode haver manchas no silicone, dependo da qualidade do material.



Perguntas e Respostas
Você precisa fazer o login para enviar uma pergunta ao vendedor.




X


X
Descontos ativos
CondiçãoValor

Todos os valores dos produtos do site não se aplicam na loja física Aqualandia aquários!

Nossa loja aceita:

Cartões

Visa Mastercard Hipercard Elo American Express Diners

Boleto

Boleto